sexta-feira, 7 de agosto de 2015

The Little Princess Trust | A minha doação

Bem, parece que já passaram quase onze meses desde a última vez que escrevi aqui para o blog... Foi um ano complicado tanto para mim como para a Filipa; no meu caso o ano mais decisivo de todos, aquele que me deixou a menos um passo de alcançar os meus objetivos. 
A carga horária foi a pior que alguma vez conheci e no meio de projetos, trabalhos, testes e exames, a escrita acabou por ficar um pouco para segundo plano. 
Dei por concluída a minha etapa na Escola Artística Soares dos Reis e não podia estar mais satisfeita! Voltei de coração cheio após três anos em que aprendi com professores extraordinários, fui tratada com carinho pelas funcionárias e criei laços de amizade para uma vida inteira.



O meu post de regresso fala de algo que também me encheu o coração nos últimos tempos: a doação de cabelo que fiz para a Little Princess Trust. À medida que ia crescendo fui-me deparando com vários casos de doenças oncológicas na minha família- conheci a realidade dos tratamentos de quimioterapia, as fases da queda de cabelo e os internamentos constantes; no entanto algo que me partia o coração era ver a maneira brutal com que o cancro tira a auto-estima às pessoas, principalmente às mulheres. Então não chega sofrer, não chega saber que viver é um risco, não chega ver a família a sofrer, ainda se tem de lidar com as mudanças por que o corpo se vê obrigado a passar. 
Uma vez que sempre estive ligada à moda decidi que ia tentar fazer voluntariado no sentido de aumentar a auto-estima de quem a tivesse perdido ou estivesse em vias de. Queria ter uma equipa com maquilhadoras, stylists, cabeleireiras e motivadoras pessoais, porque sentirmos-nos bonitas não é sinónimo de futilidade mas sim de confiança em nós, o que acaba por ser fundamental para ultrapassar um processo tão complicado como o de uma doença oncológica. 

Mas não passou de um sonho ( pelo menos para já) e a maneira que arranjei de dar o meu contributo foi doar cabelo a alguma instituição que fizesse perucas destinadas a estas pessoas. Após uma pesquisa intensa decidi optar pela Little Princess Trust, uma organização britânica com a qual me identifiquei, cujo site é bastante apelativo e nos mostra as várias fases pelas quais o cabelo passa até ser transformado numa peruca. São aceites doações de qualquer parte do mundo, e quem pretender, juntamente com o cabelo doado, envia um pedido para receber um certificado, o que acaba por ser uma vantagem tendo em conta que dá a certeza de que chegou ao sítio certo. 
O mais importante: as condições! O cabelo tem de ser virgem (sem qualquer tipo de pintura) e tem de ser cortado em tranças ou rabos de cavalo com o mínimo de 17 cm. Depois é colocado num saco plástico transparente (daqueles próprios para congelados) e enviado por correio para o Reino Unido.
Apesar de ter sido esta a minha escolha também é possível doar para a Liga Portuguesa Contra o Cancro de Lisboa onde as condições não são muito diferentes. O cabelo tem de ser virgem também, cortado numa trança ou num rabo de cavalo com o mínimo de 25 cm. A entrega pode ser feita em mão ou por correio. 
Tanto num local como no outro uma das principais exigências é que não haja pontas espigadas e que o cabelo se encontre saudável. 



A escolha é vossa, devem seguir o vosso coração. E não se esqueçam, é só cabelo!! Alguém será muito feliz ao adoptá-lo como seu. :)



Consultem o site da The Little Princess Trust aqui e da Liga Portuguesa Contra o Cancro aqui


with all my love, 
C




Sem comentários:

Enviar um comentário